Ainda que as opções para visitar a Europa sejam muitas, não há como negar que algumas cidades são imperdíveis e merecem destaque. Ninguém é louco de ir para a Europa e não conhecer as principais capitais como Paris, Roma ou Londres, não é verdade ?

Mas hoje vou apresentar algumas cidades europeias que possuem um charme especial e costumam ficar fora dos roteiros tradicionais de viagem. Aproveite as dicas e antes de planejar sua viagem para o outro lado do Atlântico, confira a lista dos setes lugares que você deveria visitar.

7 Cidades da Europa que você precisa conhecer

1.Bergamo, Itália

Em grande parte ignorada pelos viajantes devido à vizinha Milão, Bergamo é considerada por muitos como a melhor cidade do monte da Lombardia, enquanto o seu Piazza Vecchia é um dos mais belos na Itália.

Bergamo é uma cidade murada, com pequenas ruas encantadoras  e sinuosas, onde você pode pegar um gelato, e também é a base perfeita para explorar a paisagem da Lombardia e os lagos italianos da cidade.

2.Vitoria-Gasteiz, Espanha

Ofuscada por suas cidades-irmãs Bilbao e San Sebastian, Vitoria-Gasteiz é uma gema esquecida do país basco.Desde o início da noite até meia-noite, a atmosfera em torno das praças centrais e  suas ruas laterais cheias de bares é muito alegre.

O que se vê é a atmosfera familiar do Mediterrâneo com pessoas passeando, fofocando, tomando copos de vinho, enquanto senhores jogam cartas e crianças brincam nos degraus das igrejas.

Vitoria-Gasteiz

Vista noturna da Virgen Blanca Praça em Vitoria-Gasteiz.


Planejamos a viagem perfeita para você: entre em contato ↠


Em Vitoria-Gasteiz há palácios e casas belíssimas do século 15 e 16 para visitação, fachadas para admirar, pinchos para devorar e galerias de arte e museus para explorar.

3.Tavira, Portugal

Para visualizar como era a região do Algarve antes do turismo em massa, entre de cabeça em Tavira. Essa cidade está ao redor do rio Gilão, que exala um charme autêntico português.

Tavira

Ponte em Tavira

Os grandes hotéis são poucos, as igrejas são muitas, assim como os barcos de pesca. Várias camadas de história podem ser vistas, de escavações fenícias e portais islâmicos decorados até os estilos renascentista e barroco.

4.Osijek, Croácia

Osijek é uma cidade de tamanho  modesto (114 mil habitantes), pitorescamente posicionada no rio Drava. As atrações incluem um centro fortificado (a Tvrda), que remonta ao século 18, a esplêndida neo-gótica Igreja de São Pedro e São Paulo e a Európska Avenija, ao longo da qual podem ser vistos alguns excelentes exemplos da arquitetura Art Nouveau popular nesta parte do mundo no final do século 19.

Osijek

Osijek ( Croácia)

Os visitantes devem considerar passeios de um dia para a região norte, para a aldeia tradicional meticulosamente preservada de Karanac; para oeste, onde está a coudelaria Djakovo, em que os famosos cavalos Lipizzaner são criados; ou para o sul em Vukovar, cidade às margens do Danúbio, que se tornou um símbolo das guerras iugoslavas.

5.Skopje, Macedônia

Skopje, Macedônia

Skopje (Macedônia)

Com seus grandes banhos turcos, emaranhado de ruas e os atmosféricos mercados de alimentos, Skopje tem que ser uma parada certa se você viaja pelo Leste Europeu.

6.Umea, Suécia

No ano passado, ela foi considerada a Capital Europeia da Cultura, mas aposto que ainda é largamente desconhecida entre os viajantes. Umea tem uma localização ribeirinha tranquila e é a antiga casa de Stieg Larsson, autor de Os Homens Que Não Amavam As Mulheres.

Umea

Umea (Suécia)

É uma excelente base para atividades ao ar livre, de caiaque ao redor do Arquipélago Kvarken a passeios de neve e trenós puxados por cães no inverno. Outras atrações incluem os campos do Sami, o povo indígena mais setentrional da Europa, um parque com esculturas ao ar livre e um bom jantar.

7.Nantes, França

Classificada como um dos melhores lugares da França para se viver, a capital do Loire Ocidental mudou de um povoado provinciano para uma vibrante cidade.

Nantes

O Castelo de Brittany Dukes

Alguns prédios são novos, tais como o dramático Palais de Justice, muitos são históricos, incluindo armazéns convertidos em cafés e estúdios de artistas. Nantes é também conhecida pela sua arte, é o lar de uma das maiores orquestras sinfônicas da França e uma companhia de ópera que toca no Théâtre Graslin.

(770)

escrito por
Janaína Ribeiro
perfil