Os melhores e mais lindos mercados de Natal da Europa

Passar as férias na Europa com a família, entre novembro e dezembro, é ótimo para conhecer os mercados de Natal. Reza a lenda que o primeiro surgiu em Viena, em 1296, para abastecer a população com itens essenciais às festividades natalinas. Com o tempo, outros foram surgindo na Alemanha e em outras regiões da Suíça e da França, até se tornarem tradicionais.

Além de darem as boas vindas à atmosfera festiva da época, em suas tendas dá para provar delícias locais como biscoitos de gengibre e vinho quente com especiarias, comprar produtos artesanais e se encantar com belas árvores iluminadas. A seguir, veja alguns dos nossos mercados favoritos na Europa e alguns dos hotéis mais incríveis para você se hospedar.

Viena, Berlim e Munique

E já que foi Viena que abrigou o primeiro mercado natalino, o que não falta por lá é opção. Um dos nossos favoritos fica na região de Spittelberg, atrás da Praça dos Museus, no moderno bairro de Neubau, rodeado por bares e restaurantes descolados. Outro que vale a visita fica na Praça Maria Teresa, em frente ao Museu Kunsthistorisches, onde dá para assistir a um belíssimo coro natalino. O interessante desse mercado é que ele reabre após o Ano Novo, proporcionando alguns dias extras de visitação. O hotel Sacher Vienna garante uma hospedagem cheia de boas surpresas.

Berlim tem muitos mercados natalinos espalhados pela cidade. No lado oeste, combine a ida ao mercado com uma visita ao deslumbrante Palácio de Charlottenburg. No leste, conheça a enorme seleção de tendas, em especial, as de presentinhos feitos à mão, no Gendarmenmarkt. Tudo é vendido lá, de biscoitos de gengibre à criações de artesãos locais. O Hotel de Rome, localizado em um prédio histórico de 1889, está entre os nossos preferidos da cidade.

Se quiser, estenda a viagem até Munique só para visitar o mercado da praça principal, a Marienplatz. Lá, o elegante Charles Hotel reflete a paixão pela arte com pinturas originais do artista local Franz Von Lenbach.

Feira de Natal de Viena

Praga e Budapeste

Os mercados natalinos de Praga são considerados alguns dos mais bonitos do mundo. O maior deles, inclusive, um dos mais conhecidos da Europa, acontece na região da Cidade Velha, cujo principal destaque é a enorme árvore iluminada sempre no fim da tarde. O segundo maior fica no coração do centro histórico, na parte inferior da Praça Venceslau. Em ambos, a dica é visitar as inúmeras barracas de madeira que vendem produtos de artesanato e delícias tchecas, como as amêndoas açucaradas, o aromático trdelník (rolinho de massa recheado com chocolate ou creme de amêndoas), o saboroso presunto assado. Não deixe de se aquecer com um copo de vinho quente acompanhado do bolo trançado ou de biscoitos de baunilha.


Planejamos a viagem perfeita para você: entre em contato ↠


Você também pode visitar mercados menores escondidos na ilha de Kampa só para comprar brinquedos talhados em madeira, objetos de vidro ou itens tradicionais feitos com palha de milho. Para ficar, convidamos você a mergulhar ainda mais no clima histórico da cidade também presente no interior do belíssimo Mandarin Oriental Praga, um monastério do século 14 restaurado.

Já em Budapeste, dois lugares cedem cenários incríveis para os mercados de Natal húngaros. A Praça Vorosmarty abriga o icônico Café Gerbeaud e a St. Stephens, cuja basílica é usada durante a noite para projetar shows de luzes. A dica aqui é comprar peças bordadas, velas artesanais e esculturas de madeira.  A Copastur Prime recomenda o Four Seasons Hotel Gresham Budapest, que fica às margens do rio Danúbio.

Biscoitos Natalinos

Estocolmo e Copenhague

Dezembro é uma das melhores épocas para visitar Estocolmo. Você vai se dar conta disso quando estiver caminhando pelas ruas de paralelepípedo de Gamla Stan (a Cidade Velha), onde fica o mercado principal, aberto todos os dias. Nos finais de semana, visite o tradicional mercado de Skansen, na ilha de Djurgarden. Aberto desde 1903, ele é diferente dos outro por conta do tamanho e sua localização rural. Aqui, nós recomendamos o Nobis Hotel, instalado em dois edifícios elegantes do século 19.

Uma vez no mercado natalino de Copenhague, é impossível não incorporar o estilo Hygge, ou seja, o segredo dinamarquês da felicidade. O Tivoli Gardens (o parque de diversões mais antigo do mundo) e seus exóticos jardins, é transformado em um aconchegante espaço com direito a milhares de luzes decorando pistas de gelo e belas árvores. As edições, sempre temáticas, além das barracas com comidas típicas, promovem espetáculos com fogos, música e desfiles. O elegante hotel boutique Nimb, que fica em um impressionante edifício em estilo mouro, é a nossa indicação.

Jardins de Tivoli, Dinamarca

Cracóvia e Varsóvia

Em uma das cidades medievais europeias mais preservadas, você vai encontrar alguns dos mercados natalinos mais autênticos. Tanto a comida de rua quanto o artesanato são excelentes. Destaque para objetos de decoração feitos à mão e  para o pão de gengibre. Entre de vez no clima histórico se hospedando no Hotel Relais & Châteaux Copernicus, cujo polonês Nicolau Copérnico era um dos ilustres frequentadores.

Em Varsóvia, os mercados ficam em torno da praças da Cidade Velha e do Castelo, cartão-postal da Polônia. Aqui, mais que experimentar itens da culinária local e comprar brinquedos de presente, vale observar os monumentos que desenham a cidade como o Museu do Levante e o Castelo Real. Aproveite o clima de magia e se hospede no grande e renovado Hotel Bristol, um palácio clássico no coração da cidade.

Feira de Natal na Praça de Rynek Glowny, Cracóvia

(19)

escrito por
Janaína Ribeiro
perfil