CATEGORIA: Feel

Ruanda e os Gorilas da Montanha

Se existe um lugar que nos enche de otimismo, este lugar é “a terra das mil colinas”. Apesar de carregar consigo as marcas da tragédia étnica que culminou no genocídio em 1994, Ruanda não cansa de nos dar lições de superação e motivos para esperança. Hoje, ele é o país mais seguro do continente e o nono mais seguro do mundo. A maioria da população tem assistência médica e acesso à educação.  Há uma das maiores representações mundiais de mulheres no parlamento e foi um dos primeiros países a proibir o uso de sacolas plásticas.

Montanha Virunga, Ruanda

O compromisso dos ruandeses para com o país é visível e inspirador. Muito disso é alimentado por pessoas conscientes e criativas que, juntas, se mostram capazes de transformar. A palavra ruandesa “Umuganda” traduz muito bem esse espírito: significa “unir-se por um objetivo comum”. Hoje ela é lei. No ultimo sábado de cada mês os moradores locais entre 18 e 65 anos se reúnem para prestar serviços comunitários.

Pessoas do mundo inteiro vão a Ruanda com a intenção de fazer o trekking dentro do Parque Nacional dos Vulcões. Ter a vida selvagem ali, tão próxima, desenha sentimentos difíceis de explicar. Não há nada como estar a dois metros de distância destes primatas tão imponentes, brincalhões e semelhantes a nós. São menos de 800 gorilas em toda África e apenas um grupo de oito pessoas por dia tem permissão para se aproximar de cada família de gorilas liderada por um Silver Back, macho que pode chegar a até 220 quilos e 1,80 metro de altura.

Ruanda lidera grande esforço conservacionista e faz do turismo uma ferramenta para a preservação – o grupo hoteleiro One&Only adere ao movimento e apresenta valores alinhados aos do país. Depois de ir até as montanhas Virunga ver os gorilas, visitar o Parque Nacional Nyungwe, que fica a cinco horas de carro, é um programa imperdível. Ele abriga uma floresta ancestral rica em biodiversidade, com mais de 275 aves e 75 espécies de mamíferos, incluindo treze de primatas. A combinação entre os dois lodges da One&Only nessas regiões permite um panorama incrível da diversidade do país.

One&Only Gorilla’s Nest
Recém-inaugurado, este refúgio de 21 acomodações fica aos pés do Parque Nacional dos Vulcões, ao longo das montanhas Virunga – esta localização é ainda mais privilegiada pelo fácil acesso ao santuário dos gorilas-da-montanha! Seus quartos estão integrados à natureza, envoltos em eucaliptos, e esbanjam um estilo rústico chique. Com muita responsabilidade e uma visão sustentável, o hotel incentiva os hospedes a participarem dos esforços de conservação da biodiversidade e a ter contato com as comunidades locais.

One&Only Gorilla’s Nest

One&Only Nyungwe House
Imagine se hospedar em meio a uma exuberante plantação de chá em funcionamento, ao lado de uma das maiores e mais bem preservadas florestas tropicais  da África. O One&Only Nyungwe House é assim. As suítes são aconchegantes e cheias de detalhes como lareiras abastecidas com eucaliptos perfumados. Espere também por uma gastronomia que realça ingredientes locais, um spa com tratamentos africanos e experiências para que os hóspedes descubram a região com autenticidade – tudo pensado para valorizar a natureza, as tradições e as comunidades locais.

Plantação de chá, One&Only Nyungwe House

(23)

Sob o sol de São Miguel dos Milagres

A bela paisagem dos coqueirais alagoanos é feita sob medida para dias tranquilos e relaxantes ao norte do Brasil

Areias finas e claras, piscinas naturais banhadas por um mar de água transparente. Cenário condizente com o do Caribe, embora estejamos nos referindo a São Miguel dos Milagres; um paraíso em solo nacional.

Getting there

É possível chegar via Recife ou Maceió, sendo a segunda mais próxima do seu destino final. Ambos necessitam de um transfer ou aluguel de carro, um dos motivos pelo qual Milagres não é tão abastada por turistas. O percurso soma, aproximadamente, 200km quando Recife é o ponto de partida e costuma durar três horas, contando também com uma balsa em seu percurso. Por Maceió a viagem se torna mais agradável, dado sua distância ser de quase 100km. Vale destacar que, idealmente, o trajeto deve ser feito de dia.

Eat – Sleep – Repeat

As praias são tranquilas e ótimas escolhas para a primeira visita ao mar de uma criança. Para uma opção família em um hotel com piscina e uma estrutura moderna a recomendação é o Pousada Villas do Paru. Ele está localizado na praia do Marceneiro, uma das primeiras quando se chega a Milagres, ideal para quem gosta de sair para jantar fora, mas não quer se deslocar muito.

Pousada Villas do Paru

Outra pedida com filhos, ou não, é a encantadora Pousada Patacho, fundada por um francês que ficou lá por anos e se preocupou com os mínimos detalhes. A pousada recebeu o Condé Nast Johansens Award em 2019 e tem um ambiente rústico e charmoso. Está situada em uma das famosas praias da região e é pertencente à rota ecológica. É a pedida certeira para quem busca dias tranquilos e quer se desligar do mundo, regado a bons drinks e a uma saborosa comida local, aonde lagostas e polvos são comuns.

Pousada Patacho

Encerramos a seleção pela Aldeia Beijupira, que não aceita crianças. A pousada tem um ar jovial, ainda que o mood rústico a acompanhe, sua localização é das mais privilegiadas, na praia da Laje. A área de areia é mais extensa, e está em uma baía, o que a torna atraente; outro diferencial é a piscina para o final do dia.

Aldeia Beijupira

Uma vez lá

Milagres é um local para se relaxar, aonde suas maiores preocupações devem girar em torno do sabor da caipirinha a se pedir ou qual livro terminar de ler. Contudo, o passeio das jangadas para as piscinas naturais é indispensável. Ele deve ser realizado pela manhã, quando a maré ainda está baixa e quanto mais cedo sair, mais tempo de passeio terá, lembrando que pressa não é um adjetivo a ser empregado nessa viagem.
Visando aguçar o paladar, vá ao restaurante No Quintal, que já existe há oito anos e está sob o comando de paulistas desde o primeiro dia. Os ingredientes são locais, orgânicos e a combinação fica saborosíssima.

No Quintal

Por fim, uma novidade é o Patrícia Bistrô – a Patrícia em questão era a chef da Pousada Patacho e, dado seu talento, acaba de abrir seu Bistrô.

Patrícia Bistrô

Hotéis
[1] Pousada Villas do Paru – Povoado Marceneiro, S/n, São Miguel dos Milagres

Pousada Villas do Paru

[2] Pousada Patacho – Rota Ecológica s/n Praia do Patacho, Porto de Pedras

Pousada Patacho

[3] Aldeia Beijupira – Rua 9 de Junho, s/n – Povoado de Lages, Porto de Pedras

Aldeia Beijupira

Restaurantes
No Quintal – R. do Campo, s/n – Praia do Toque
Patrícia Bistrô – R. Eurico Marinho, 37

(47)

St. Moritz: o berço dos esportes de inverno na Europa!

Estar em St. Moritz é estar em um dos cantinhos mais elegantes da Suíça. É descer a montanha batendo papo com jet stters. É escutar o irresistível sotaque italiano dos garçons que servem massas trufadas, suculentas carnes de caça e raclettes pelos restaurantes premiados da cidade e da montanha. É garimpar obras de Not Vital, Warhol, Basquiat e de Chirico em pequenas galerias de arte.

(28)

O Museu do Prado completa 200 anos!

Aberto ao público em 1819 em Madrid, o Museu do Prado foi construído pela monarquia espanhola para exibir a riquíssima coleção da família real, que desejava ver na capital do país os símbolos do progresso que tomavam conta da Europa na época.

200 anos de Museu do Prado, Madrid

O conteúdo do museu se deve em grande parte aos hábitos dos monarcas nos séculos 16 e 17, que, ao invés de buscarem abrangência, visavam reunir o maior número possível de obras de seus artistas favoritos. Isto explica o motivo pelo qual o Prado é descrito como um museu de pintores e não de pinturas.

Museu do Prado

São mais de 140 obras de Francisco Goya, permitindo que nós acompanhemos a evolução do artista. A sequência começa por quadros mais claros, seguindo pelo intenso contraste entre o claro e o escuro e terminando numa fase mais escura e dramática, que serviu de referência para os expressionistas e surrealistas.

Outro artista muito bem representado é Velázquez, com cerca de 50 pinturas, incluindo suas maiores obras-primas como “As Meninas”. O retrato da infanta Margarida Teresa de Habsburgo acompanhada por suas damas de companhia é um dos mais visitados, inclusive por conter o autorretrato do pintor em seu canto esquerdo.

Obra ” Como spinners ou a fábula de arachne ” (Velázquez, 1655-1660)

Mais nomes concorridos que podem ser encontrados pelos corredores do Prado incluem Bosch, El Greco, Rubens, Fra Angelico, e pintores renascentistas como Ticiano, Rafael e Botticelli.

“Fra Angelico e os primórdios do renascimento em Florença”

(46)

Self Drive na Alemanha pelos lagos e castelos da Baviera

Se aventurar em uma roadtrip significa ter liberdade total, parar nos acostamentos para fotografar quando quiser, se embrenhar por estradinhas secundárias e vilarejos escondidos. Também significa prestar mais atenção no caminho, fazer escolhas, improvisar e redesenhar o percurso incontáveis vezes. O aluguel com a Europcar é fácil e proporciona uma experiência confortável a bordo de modelos estilosos.

(76)

Unique garden, um hotel especial pertinho de São Paulo

Nos arredores do Parque Estadual da Cantareira, último reduto preservado da Mata Atlântica em São Paulo, o Unique Garden é um convite à contemplação da natureza e de tudo o que ela é capaz de despertar. Idealizado por Victor Siaulys e com áreas projetadas pelo renomado arquiteto Ruy Ohtake, o complexo de 300 mil metros quadrados é um verdadeiro universo sensorial a 1h15 da capital. Jardins coloridos e perfumados que parecem cenários oníricos, massagens e tratamentos com a missão de resgatar a harmonia do corpo e da alma e refeições preparadas com ingredientes orgânicos cultivados nas hortas e estufas do hotel, são apenas alguns dos elementos que compõem a experiência e não tardam a transformar a correria da vida na capital em uma lembrança distante.

(157)

As típicas herdades no Alentejo, Portugal

Quem vai ao Alentejo quer curtir uma viagem com calma. Quer desbravar o campo, passear entre rebanhos de ovelhas, vinhedos e olivais e também descobrir a gentileza alentejana, sua história tão rica e o charme dos palacetes históricos, vilarejos medievais e herdades. Nas planícies da maior região de Portugal, o sol é garantido praticamente o ano todo e “comer e beber” está incorporado ao modo de vivenciá-la. Comece por Évora, mas não deixe de visitar cidadezinhas como Beja, Marvão, Estremoz e Monsaraz.

Conheça quatro herdades especiais

(181)