Por que mais de 2,5 milhões de pessoas visitam por ano o Monte Saint-Michel